Amnésia

Direção Christopher Nolan

O filme amnésia é um filme totalmente formativo, longe de ser um filme realista, isso é um dos principais motivos do sucesso desse filme, e também fazendo ele, pertencer á teoria formalista, é a sua montagem, uma técnica chamada elipse temporal. Apesar de o filme ter uma história, ter uma linha do tempo, ele acaba não seguindo, como o próprio nome do filme diz, o filme segue uma linha diferente, como o personagem sofre de amnésia a história é baseada em fragmentos de suas lembranças, através da montagem.

O interessante é que se o filme for visto com uma linearidade temporal correta, sem a montagem, acaba sendo um filme chato, não há nada de muito interessante na história, quando visto dessa forma, mas o filme se torna algo muito interessante e bom através de sua montagem. Seria estranho um filme que fala sobre amnésia contar a sua história de forma correta sem a montagem utilizada. Essa técnica de montagem utilizada faz o filme sair completamente da realidade, contrariando os teóricos realistas como Kracauer, Bazin, que queriam que a técnica do cinema trabalhasse em função do realismo no cinema. Essa técnica é interessante se for parar para analisar, se pegarmos um filme realista e contarmos a história do filme como fragmentos ou modificar a montagem utilizada, teremos um filme não realista em parte é claro, ele passa a se tornar formalista nesse ponto de vista, o que vai diferenciar são as outras técnicas utilizadas pelo realismo que se diferem do formalismo.

O uso da técnica como o Primeiro Plano ou o Close utilizados no filme muitas vezes para mostrar uma tatuagem ou coisa escrita pelo personagem, causa uma dês-familiarização, é técnica bastante utilizada hoje pelo cinema mundial, e no filme é muito utilizado. Mas o principal motivo da dês-familiarização é mesmo a montagem do filme, Eisenstein, Vertov, Arnhein, iriam gostar desse uso da montagem nesse filme, principalmente Eisenstein e Vertov que usaram muito da montagem em seus filmes. Muitos filmes usam esse tipo de montagem, como o filme Pulp Fiction de Quentin Tarantino que usa essa técnica para contar sua história, sem essa técnica o filme não seria tão cultuado e tão interessando como vemos hoje e na época que foi lançado.

Talvez a melhor coisa que o cinema criou foi à montagem, através dela podemos mudar a história de um filme, podemos contar o que queremos de um assunto, podemos até infelizmente censurar filmes, podemos ate utilizar para mentir sobre um assunto, podendo ser uma arma muito poderosa que o cineasta ou pessoas que trabalhem na área tem nas mãos.


Escrito por Osvaldo Reis